Arthur Bispo do Rosário

Arthur Bispo do Rosário Paes era artista visual natural de Japaratuba, interior de Sergipe. Seu ano de nascimento é incerto, diferentes registros indicam 1909 e 1911 como possíveis datas.

Uma certa noite, foi acordado por um delírio místico e apresentou-se em um mosteiro como o enviado de Deus. Dado como louco, o enviaram para o Hospital dos Alienados e, posteriormente, internado na Colônia Juliano Moreira como esquizofrênico-paranoico.

Em 1960, iniciou suas produções artísticas com elementos da sucata e oriundos do lixo no local em que vivia, entre elas envolviam-se miniaturas e bordados, a criação das peças, para ele, era uma tarefa imposta por vozes que dizia ouvir. Alternava entre internações e momentos lúcidos, porém retornou de vez para a Colônia, onde produziu 1000 peças.

Foi na década de sua morte, em 1980, que sua coleção foi valorizada e classificada como arte vanguardista. O artista recebeu foco em matérias televisionadas e filmes sobre sua história, representou o Brasil na Bienal de Veneza e se tornou referência para artistas, foi criado o Museu Bispo do Rosário na antiga Colônia Juliano Moreira com suas artes.

Imagem:  Raimundo Coutinho. Estátua de Arthur Bispo do Rosário em sua cidade natal, Japaratuba, SE

Fonte: Wikicommons

Fale Conosco

Rua Alberto Soares Sampaio, 72 - Taquara (acesse o mapa)
(21) 3256 5641 |21 96429 7838
Horário de funcionamento:
terça a quinta - das 17h às 22h | sexta e sábado - das 17 às 23h
E-mail: contato@casadeculturajpa.com.br